carmozina

O Despertar Negro

Estamos vivenciando um despertar do povo negro. Algo que já deveria ter acontecido e que vem crescendo e se desenvolvendo nesses últimos tempos.

O que para alguns tem sido caracterizado como uma “modinha” passageira, ou um momento de revolta, ou até mesmo como uma forma de “preconceito reverso”, na verdade é um despertar de um povo outrora oprimido e menosprezado. Um povo que está fazendo uma viagem no tempo e resgatando tudo aquilo que lhe foi tirado, como o direto ser livre do jugo imposto pela indústria da beleza e pela ausência de representatividade nas mídias e veículos de comunicação, como a exclusão das universidades, cargos elevados e lugares de destaques na sociedade.

O tempo de uma etnia escravizada acabou, a atribuição de uma imagem criminalizada, inferiorizada e “naturalmente” desfavorecida ainda não. E esta tem sido a luta envolvida neste despertar.
Não é um simples empoderamento, ou uma nova tendência. É um despertar para o reconhecimento e aceitação das suas características únicas e maravilhosas.

E apesar de no Brasil o dia da consciência negra ser em 20 de novembro, no coração e na mente do povo negro, este dia tem sido celebrado sempre.

 

Por Carmozina Joyce

Revisado por Elen Gomes

Comments

comments

Equipe Salvos Pelo AmorO Despertar Negro

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *