Corrente do Bem – Filme#1

Oi, pessoal!

Tudo bem com vocês?

 Esta será minha primeira dica aqui e fiquei pensando e pensando, no que eu poderia falar, que fosse algo legal, mas ao mesmo tempo uma dica que pudesse condizer principalmente com esse “momento” que estamos vivendo.

Um momento em que as pessoas parecem ter se esquecido dos bons valores. Atacam-se mutuamente, muitas vezes a troco de nada. Parece que nós, seres humanos, esquecemos o quanto viver é importante. E viver se refere a minha vida, a sua vida e a vida de todos os que nos cercam.

Ser feliz é tão bom? Então, porque será que nos esquecemos disso todos os dias?

E foi pensando nisso, e no tipo de mensagem que eu gostaria de passar para todos e para a minha pessoa também, que hoje escolhi falar de um filme que para mim é um filme excepcional.

 

Corrente do Bem

 Sinopse:

Eugene Simonet (Kevin Spacey), um professor de Estudos Sociais, faz um desafio aos seus alunos em uma de suas aulas: que eles criem algo que possa mudar o mundo. Trevor McKinney (Haley Joel Osment), um de seus alunos e incentivado pelo desafio do professor, cria um novo jogo, chamado “pay it forward”, em que a cada favor que recebe você retribui a três outras pessoas. Surpreendentemente, a ideia funciona, ajudando o próprio Eugene a se desvencilhar de segredos do passado e também a mãe de Trevor, Arlene (Helen Hunt), a encontrar um novo sentido em sua vida.

 

 

 

Bem, como puderam ler na sinopse é um filme que trata de fazer o bem, de levar o bem á vida de outras pessoas. Automaticamente você está levando o bem a sua própria vida.

É um filme lindo, muito emocionante, e que eu com certeza recomendo.

Mas, mais que assistir ao filme, recomendo que ao assisti-lo deixemos nosso coração se abrir as ideias transmitidas na história.

Com certeza essa história não é apenas mais um filme hollywoodiano para encher as salas de cinema de todo o mundo. Foi algo escrito para tocar, para nos fazer refletir, e quem sabe exercer alguma mudança em nós e em nossas vidas.

Claro que a ideia do “Passe adiante” (pay it forward), a uma primeira olhada pode ser algo meio impossível de realizar. Eu não acredito nisso! Acredito que tudo o que queremos com fé, força e coragem é algo sempre possível de se conseguir.

Não estou dizendo aqui, que hoje mesmo devemos sair da segurança de nossos lares, pegar a primeira pessoa que esteja na rua, e trazê-la para nossa casa. Não infelizmente hoje, até pelo mundo em que vivemos (e que necessita de mudanças que venham de todos os lados) isso com certeza nos poria até em risco. Mas até onde nossas possibilidades e boa vontade alcançam?

A proposta do garotinho do filme (pelo menos segundo a tradução) é fazer algo maior, algo que seja mais difícil aos nossos olhos. Ok, lindo e louvável isso. Mas será que começar com mudanças que estejam dentro de nossas possibilidades não seria por muitas vezes algo mais “fácil de se alcançar?” E mais ainda, algo mais fácil de “passar adiante”?

Acho que cada um sabe o que vai dentro de si, cada um conhece seus anseios, suas possibilidades, seu coração.

Começar a fazer o bem. Não precisa iniciar por algo tão grandioso assim. Pode ajudar um amigo que necessita: aquele seu vizinho, um abraço em quem tanto precisa de um, um recado através da internet. Com certeza do seu lado tem alguém que precisa muito de você. De um gesto seu. Que pode não mudar o mundo, mas mudar o mundo daquela pessoa.

 

Pesquisando por ai, encontrei um site muito legal, que dá dicas de como pessoas comuns – assim como você e eu, podemos fazer pequenas diferenças no mundo.

Querem ver?

1 – Sempre estar atento a oportunidades de ajudar alguém: Ás vezes pode ser aquele seu vizinho que precisa; mas se nega a pedir ajuda, alguém a quem você pode pagar por uma refeição, ou até mesmo em sua própria casa, ajudando com alguma tarefa.

2 – Fazer algo legal por alguém que você não conhece: Sim, fazer algo significativo á alguém que nem conhecemos, não requer muito esforço e dependendo da atitude não nos colocara em perigo. E o que é melhor, faremos uma boa ação, sem esperar que ela volte a nós pelas mãos daquela pessoa, só pelo simples fato de ver alguém bem.

3 – Divulgue: Não sair divulgando seu ato a outras pessoas. Mas se quem você ajudou, quer retribuir seu feito, peça para a pessoa “passar adiante” a outras pessoas. E mesmo que não pergunte nada, não tenha vergonha, se você achar que é alguém que pode levar adiante, ajudando outras pessoas, diga isso. Peça para a pessoa retribuir seu favor, agora ajudando outros que precisam. Porque não usar a ideia do filme? Passar adiante para mais três pessoas!

4 – Passe para frente: E continue sempre passando adiante. Não basta fazer um ato simplesmente. Continue levando bons valores e ajudando sempre que puder. E sempre que alguém fizer algo de bom para você. PASSE ADIANTE!

 

Pequenos atos fazem grandes diferenças. Por exemplo, você pode pagar o pedágio para o carro que esta atrás de você, desde que seja feito com boa vontade! Você fez a sua parte.

O conceito “Passe Adiante” (pay it forward), foi popularizado com o livro de mesmo nome da autora Catherine Ryan Hyde, que depois veio a ser adaptado para o filme aqui citado.

FONTE: http://www.wikihow.com/Pay-It-Forward

Tradução: google

 

As etapas como dizem no site, podem parecer simples, mas que com certeza podem criar um sentimento de boa vontade, que pode ser o início de grandes mudanças.

Fazer uma bondade inesperada a um estranho pode trazer coisas boas a você, que nem ao menos esperava, e assim você se tornara mais grato pela gentileza e pelas coisas que possui em sua vida.  

E jamais se esqueça. Passe adiante o principal: o respeito e o amor ao próximo.

Espero que todos tenham gostado da dica. Que vocês possam abrir seus corações e deixar as coisas boas entrarem. E que possamos acreditar nos bons sentimentos, ter sonhos de uma vida melhor, não só para cada um de nós, mas para todo nosso mundo. E levar esses sentimentos em nossos corações por todo o restante de nossas vidas.

 

Um grande beijo,Corrente do Bem2

 

Fernanda Braga

 

 

Comments

comments

Equipe Salvos Pelo AmorCorrente do Bem – Filme#1

Comments 2

  1. Renata

    Oi Fer,
    eu ainda não vi esse filme não….mas essas mensagens sempre nos fazem refletir….mas hoje em dia, como tudo tão corrido as vezes até quando tentamos fazer o bem, as pessoas acham que queremos algo em troca…srsrsrs
    bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *