Caminhando pela avenida da vida

Olá, amados!

Como já havia dito, irei compartilhar com vocês meus “devaneios literários”. Textos já postados nas redes sociais, em outros sites, revistas e aqueles que rabisco no dia a dia.

O primeiro deles é um texto que assustou amigos e familiares quando o postei no Facebook. Em 2013 eu sofri um assalto e como envolveu um caso de negligência em um órgão conhecido e temendo a minha segurança, comentei o caso assim:

 

Ontem eu tive um sonho estranho, onde pessoas não sabiam quem eram…

No sonho eu caminhava tranquila por uma avenida, quando fui abordada por duas criaturas medonhas, eu não entendia o por quê, mas elas me tinham ódio e eu tive medo. Tudo aconteceu tão rápido… Não identifiquei que espécie de criaturas eram aquelas que levaram tudo que era meu, minha identidade e minha coragem. Ainda ali, Deus se cuidava de mim.

Homens, muitos homens com afeição de fogo vieram em meu socorro, me colocaram em segurança e como guerreiros partiram à procura do que era meu.

E de novo eu fui posta frente a frente com aquelas criaturas. Pude olhar com calma nos olhos das delas e por mais difícil que fosse acreditar eu vi… Eram pessoas como eu. “Como pode?”, eu não queria acreditar.

Tudo que era meu estava comigo, menos a minha identidade e por isso, por mais que os homens de fogo estivessem comigo eu não estava totalmente segura.

Os homens de fogo chamaram por um povo mais forte que pudesse me ajudar, me entregaram a homens que aparentavam mais força e cujo emblema era segurança. Em pouco tempo percebi tamanha a fraqueza naqueles homens, quando as tais criaturas mostraram ser mais fortes e aqueles grandes homens me pediam ajuda. A sensação foi tão ruim que eu admito… Chorei diante daqueles homens.

Eu entendi ali que a minha segurança, força e identidade vêm de Deus e não tive dúvidas: voltei a caminhar sozinha e tranquila.

Mas, não pode ter sido um sonho, por que eu estava acordada!

 

Deus, abençoe o Corpo de Bombeiros e que tirar a segunda vias dos meus documentos não me dê dor de cabeça…. Amém!

 

 

Depois de tanto tempo é bom rever esse texto. Saber que sou amada por Deus é bom demais.

Deixe Deus cuidar de você, também.

 

Com Amor,

 

Juliane Rodrigues

Comments

comments

Equipe Salvos Pelo AmorCaminhando pela avenida da vida

Comments 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *