2018

Ano novo, vida nova?

Quem não fez pelo menos uma reflexão no final de dezembro e se projetou, ou se prometeu algo novo para 2018? E então, 2018 chegou.  Já estamos terminando o primeiro mês do ano e parece que a vida não mudou muito em relação ao dia 31 de dezembro, não é mesmo?

Mas, será que é isso mesmo: ano novo e vida nova?

É inegável que o início de um novo ano é um estímulo para viver experiência novas, conhecer novos lugares, se permitir fazer novas amizades ou quem sabe um relacionamento mais íntimo.

Até aí… nada de errado em querer buscar novas oportunidades, mas vamos com calma… O “velho” não pode ser esquecido, pois o que foi trazido de bom dos anos anteriores tem que estar no topo da nossa lista. Já ouviu dizer que em time que se está ganhando não se mexe? Que tal convidar os bons e velhos amigos para um almoço, um passeio ou uma viagem? E uma programação com a família, esposo(a) ou namorado(a)? E já pensou em fazer um curso na área que mais gosta, mesmo que não seja a área que mais vai ganhar dinheiro? Afinal de contas você gosta desse assunto, certo?

Mas, voltando a vida nova. Os dias foram passando e nada de diferente aconteceu e você também não fez nada para mudar essa realidade? Ficou desestimulado(a)? Não seja bobo(a). Antes da vida nova, vamos mudar de atitudes, e antes disso, vamos mudar a forma de pensar.

Atitude nova, vida nova!

Não importa em que dia do ano vai compreender isso, mas seja lá o dia que estiver lendo esse texto, se quiser mudar, estará se permitindo uma vida nova.

Que tal hoje? Todos os dias, até os que amanhecem cinzentos, nasce uma nova oportunidade PARA QUEM DE FATO QUER.

Então, feliz ano novo!

Dê uma olhadinha na matéria sobre “Janeiro Branco” da Silvana Lannes.

 

Até mais,

Juliane Rodrigues

Comments

comments

Equipe Salvos Pelo AmorAno novo, vida nova?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *